23 de jan de 2013

BEM-ESTAR: Proteção solar para borrifar


1. Sundown em Spray FPS15 (R$ 40)*
2. Heliocare Spray FPS 50 (R$ 84)
3. Solar Expertise Spray, da L'Oreal, FPS 30 (R$ 32)
4. Natura Fotoequilíbrio Fluido Protetor Spray Contínuo FPS 30 (R$ 49)
5. Bloqueador Solar Fresh Cooling, da Neutragena, FPS 45 (R$ 50)
6. Bronzeador Posto Tan Açaí Spray FPS 8, da Sol de Janeiro (R$ 40)
7. Invisible Protection, da Nívea (R$ 45)

Como em todo mês de janeiro — embora a maioria das pessoas se esqueça —, estamos atravessando uma onda de chuva e frio parcial (em particular à noite e de manhãzinha). Mas há dias bem quentes e de muito sol, sem mencionar que, em fevereiro, o verão costuma chegar ao auge e invade a primeira quinzena de março. Milhares de pessoas aproveitam o feriadão do Carnaval para ir à praia e pegar uma corzinha.

Mesmo quem quer voltar do litoral bronzeado, contudo, não pode se descuidar e deixar de usar um bom filtro solar. Atualmente existe uma tendência de usar protetores em spray. A pioneira no Brasil, acredito eu, foi a Neutragena. Comprei o Fresh Cooling há uns 5, 6 anos, era uma novidade e tanto, prometia refrescar a pele, deixando-a geladinha. Não sei se mudaram a fórmula de lá pra cá (nunca mais comprei), mas me lembro de que não tinha gostado do efeito brilhante que ele deixava na pele, fora que os braços permaneciam pegajosos, como se eu tivesse passado óleo, por horas a fio.

No final de dezembro, recebi um desses protetores em spray da Nívea,  o Invisible Protection FPS 50, e estou usando há duas semanas direto. De acordo com a marca, ele protege contra os raios UVA e UVB, então, além das queimaduras, combate o envelhecimento precoce da pele. Está mais do que aprovado: borrifo nos braços, pernas e colo e massageio para espalhar. Em menos de dois minutos o aspecto molhado/brilhante some.

Mesmo assim, já vi pela internet afora pessoas reclamando que o tal brilho não sai. Talvez seja questão de pele pra pele, ou tem gente que prefere apenas espirrar o produto e não massagear em seguida, afinal em mim deu tudo certo. A prova está na foto abaixo (o único brilho é do reflexo do flash no meu braço, que é bem branco - hehe). O ponto que, pra mim, marcou mesmo foi o cheiro adocicado e superforte (na verdade, tampouco me incomodou pois gostei da fragrância; ela é praticamente a mesma dos demais filtros solares da Nívea).


Acho que todo mundo sabe, mas não custa nada frisar o quão importante é utilizar um protetor solar, inclusive em dias nublados. Embora de maneira bem mais diluída, os raios ultravioletas estão ali do mesmo jeito. Se você deseja ficar com a pele morena, existem produtos com fator de proteção razoável mas que estimulam o bronzeado (a Anvisa, em 2012, fez subir o FPS mínimo de 2 para 6). Esse spray da Nivea também tem sua versão com FPS 30, a propósito.

Seja em creme, gel ou em spray, nunca deixe sua pele desprotegida!


*Os preços podem variar de uma loja a outra. Pesquise sempre!
Fotos: reprodução

6 comentários:

  1. Estou apaixonado com esse protetor solar em spray da Nivea.
    Ele é absolvido por completo na minha pele.
    Abraços!

    Senhor do Século | Beleza para Homens | Verão Incrível - Sorteios Incríveis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também gostei bastante: 1º porque tem FPS 50, 2º porque não melecou meu braço e 3º porque apesar de o cheiro se forte eu gostei.
      Abração, Dimas, e bom fim de semana!

      Excluir
  2. Odeio o Sol... mesmo assim é bom se cuidar, já usei este da Natura. Ótimo post!

    http://garotoidentidade.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também detesto; fujo dele o tempo todo. Nos dias mais ensolarados e quentes, desses escaldantes, chego a bancar a velha e uso guarda-chuva pra me proteger! Humpf
      O da Natura é bom, então?
      Fico feliz q tenha gostado do post, Paulo! Valeu!
      =)

      Excluir
  3. Pierre:

    Protetor sempreeee.

    Ficou muito bacana a postagem e dá varias dicas importantes para os leitores.

    Abraços querido mais uma vez você está de parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou adepto do protetor há anos, antes de virar moda. No começo a gente demora pra se acostumar a passar diariamente, mas uma vez adquirido o hábito, nunca mais, né? Que bom q gostou das dicas. Obrigado pela visita e elogios, Edilson, um bom fim de semana. Abraços.

      Excluir